TRIPULANTES DESTA MESMA NAVE

sábado, 25 de dezembro de 2010

JORNALISTA DA CAPITAL DESPREZA A ARTE E OS ARTISTAS DO INTERIOR

Acabei de ler uma reportagem numa página assinada por Magela Lima intitulada "Ceará de tantas e tantas cenas" (O Povo, edição de 24.12.2010). Achei-a pobre e descabida. Uma análise de quintal, para divulgação de poucos amigos, com todo o respeito, típica de quem não se dá ao trabalho de considerar o que se realiza em outras regiões do Ceará. O leitor desavisado jamais saberá que existem o Cariri/Centro Sul, o Sertão Central, Sobral/Ibiapaba etc.

Pois saibam todos, inclusive o Sr. Magela Lima, que existe uma profícua e diversificada produção de teatro e dança no Cariri cearense e em outras localidades. Uma matéria num jornal de circulação nacional da estirpe do O POVO não poderia ser tão estreita e apequenadora das artes e dos artistas do interior do estado. Pecaram, o jornal e o repórter, pela falta de pesquisa.

As "tantas e tantas cenas" do Ceará não se resumem aos amigos de Fortaleza. Estendam a visão ao conjunto do estado e verão um mundo bem maior e mais belo que o desenhado no medíocre e infeliz "balanço" do jornalista Magela.

Ainda há tempo de desfazer o equívoco. Dou uma dica: só no Cariri, organizando-se em cooperativa, temos mais de 20 companhias de teatro e dança em plena e farta produtividade. Muitas delas com 5, 10, 20, 25 anos de atividade. Quase todas com elenco profissional e funcionamento permanente, fundado em pesquisa.


Um forte abraço!!!

Cacá Araújo
Crato-CARIRI-Ceará-BRASIL
Ator e Diretor de Teatro
Registro Profissional na DRT-CE nº 0764
Matrícula no SATED nº 0759
Tel.: (88) 8801.0897

ALGUMAS CENAS DO CARIRI










 Fotos de Gessy Maia

4 comentários:

Silviah Carvalho disse...

Muito bom seu texto, parabéns e feliz dia de natal, muita paz.

Zé NIlton disse...

Cacá,
Não é a primeira vez que certos "jornalistas" da capital faz isso.
Eles desconhecem as riquezas do Ceará porque dão as costas para o sertão.
Ainda é pequena a alma dessa gente e o conhecimento também.
O desabafo do incompreendido e laureado escritor Adolfo Caminha, de Aracatí, continua valendo.
Boas Festas e Boas Artes para você e sua família.

LUIZ CARLOS SALATIEL disse...

Cacá, consiga o link da matéria no OPOVO online para que possamos tomar conhecimento do conteúdo.
Não é de agora que tudo que é de "Fortaleza" é tratado como "cearense" (uma parte pelo todo). Externa-se assim a incompetência do articulista na abordagem do tema.
Valeu o protesto!

Cacá Araújo disse...

Oi, Salatiel!

O link é www.opovo.com.br/
Caderno Via & Arte, página 6 - Imagem e Movimento.

Agradeço a todos as palavras de apoio e solidariedade.