TRIPULANTES DESTA MESMA NAVE

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

PRÓ-REITOR DA URCA AMEAÇA GUERRILHA

Hoje, às 8h50min, recebi um telefonema em que uma moça de voz educada e terna se certificou de que era comigo mesmo que estava falando. Era da URCA, número 88 3102 1200. Passou a fala para o prof. Fábio Rodrigues, pró-reitor de extensão, que, com sua característica arrogância, prepotência e falta de educação, declarou que acionará a justiça contra a Guerrilha do Ato Dramático Caririense. Motivo alegado: uso indevido da logomarca da URCA/PROEX nas peças de divulgação. Pediu-me explicação. Eu lhe lembrei que, num dos encerramentos de disciplina de Teatro do Curso de Artes daquela universidade ocorrido recentemente no Teatro Rachel de Queiroz, conversamos sobre a possibilidade de parceria para registro videográfico da Guerrilha, no que ficamos praticamente acertados faltando apenas a oficialização do pedido. Pouco tempo depois soube eu que a câmera estava em conserto. Percebi a impossibilidade de concretizar a intenção inicial, mas, como temos uma convivência e colaboração permanente com o Curso de Artes da URCA, resolvi deixar a logomarca da universidade no material de divulgação. Este é o crime do qual estamos sendo acusados. 

Fábio Rodrigues expressou na sua voz um incontido ódio e violência inexplicáveis, atípicos de ocupantes de cargos públicos que prezam pela sensatez, respeito e equilíbrio. Se a logomarca da Universidade Regional do Cariri estampada num evento que reúne quase 30 companhias de teatro, dança e circo do Cariri cearense, desqualifica ou mancha a imagem da instituição, tivesse ELE gentilmente solicitado a retirada que nós teríamos atendido prestimosamente.

Sabemos do incômodo que causamos àqueles que desprezam a arte produzida no Cariri e agem preconceituosamente contra nossos artistas. Mas seguiremos adiante em nossa missão de conquistar e ocupar nosso legítimo espaço no coração do povo e na dinâmica da sociedade em que estamos inseridos. Não será um arroto de neurose anti-Cariri que nos intimidará. O que está por trás do comportamento do pró-reitor é uma oposição medíocre ao que não é espelho e o desapreço pelo que traduz e identifica a região em sua diversificada teia de manifestações artísticas e culturais. O que não sabemos é se a posição do pró-reitor foi apenas um surto exibicionista e abuso de autoridade ou se é um entendimento endossado pela Reitora da URCA Otonite Cortez. 

Avante, Guerrilheiros!!!

Cariri-CE, 09 de novembro de 2011.

Cacá Araújo 
Professor, Ator, Dramaturgo, Folclorista
Coordenador da Guerrilha do Ato Dramático Caririense    

3 comentários:

Darlan Reis Jr. disse...

Cacá, sou solidário a vocês. Inexplicável e inaceitável um tratamento desses aos artistas e mais ainda vindo de uma pró-reitoria de extensão.

Dihelson Mendonça disse...

Cacá,

Conforme te expliquei lá no Blog do Crato, é a primeira vez que eu vejo alguém reclamar sobre EXCESSO DE PUBLICIDADE.

Porque mesmo não conseguindo fazer a parte deles, ainda reclamam por aparecer no cartaz. Que é isso, cara ?

Será que esse "rapaz" tem algum juízo na cachola ???

Que absurdo!

Abraços,
Conte comigo em mais essa empreitada !

Dihelson Mendonça

Cacá Araújo disse...

Obrigado, Darlan e Dihelson, pela solidariedade. Vejam abaixo a letra do Hino da Guerrilha. Abraços!

GUERRILHA CARIRIENSE
Letra de Cacá Araújo / Música de Lifanco

A arte
que brota das veias guerreiras
resgata o passado, tempera o presente e alimenta o futuro

Guerrilha do amor, nação Cariri
teatro no palco, na rua, na arena
a canção, o folguedo, o circo e a dança
da vida e da alma do povo são chamas

A arte
que brota das veias guerreiras
resgata o passado, tempera o presente e alimenta o futuro

Guerrilha do amor, nação Cariri
no sol da batalha conquistando aplausos
atores, atrizes, brincantes, cantores
poetas do drama, do corpo e das cores

A arte
que brota das mãos guerrilheiras traz
amando e lutando, sorrindo e sonhando
a mensagem dos deuses em busca da paz