TRIPULANTES DESTA MESMA NAVE

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Mais um ano - José do Vale Pinheiro Feitosa

O Salatiel precisa mudar a frase inicial do blog. Já são seis anos e não mais cinco anos. E isso é muito para qualquer instrumento de comunicação, especialmente de natureza voluntária. O Cariricult em seu sexto ano é dos mais antigos blogs da internet, inclusive tendo resistido a uma avalanche de novos meios de comunicação na net, especialmente com as redes sociais. Muita gente saiu dos blogs e migrou para tais redes e ali se tem até um calor maior com mais informação e muito mais opiniões expostas.

Eu pessoalmente prefiro este instrumento. É um pouco conservador da minha parte, mas me parece um respirar maior e estou cansado de corridas a minuto. O Cariricult ganhou e perdeu muitos colaboradores, se não saíram, pelo menos estão mais temporizados em suas postagens. Dos iniciais lembro-me do Marcos Leonel, do Carlos Rafael, Armando, Dihelson, Lupeu, Socorro Moreira, Claude, Zé Flávio, o Salatiel, Marta F, Pachelly, Roberto Jamacaru, Maurício Tavares, Lupin e depois chegando o Darlan, Cacá, Geraldo Júnior, Glória, Nirton, os dois José Nilton, Bantim, Glauco e tanta gente que por certo não cito pela razão de não repetir a lista antiga e atual de colaboradores do blog.

Neste início de sexto ano sinto-me estimulado a manter-me em contato com esta turma por mais um ano. Espero que eles também se mantenham dispostos a se mostrarem no blog pois aí vem o que ainda acho que seja um charme no blog. Os seus leitores, regulares leitores, que o Salatiel nunca pretendeu contar, mas que por certo são leitores estimulados igualmente por gente como nós e esperam nossas presenças a cada dia. Vamos lá moçada:carpem diem. A vida não é um estoque de tempo. O tempo só existe após o nosso respirar. Nós somos quem inventamos o tempo.

4 comentários:

Darlan Reis Jr. disse...

Estamos aqui.
Eu particularmente ando atarefado por demais. O que não me impede de sempre dar uma passada e ler o que todo mundo escreve.

Abração.

Maurício Tavares disse...

Zé do Vale
Uso o Facebook e o Twitter pra mensagens mais curtas e outras coisas. Acho que o Blog é mais uma revista (os outros são mais instantâneos e interativos). O que é chato no blog é a falta de participação, de diálogo.

Darlan Reis Jr. disse...

Para falar a verdade, o que eu acho chato no blog é o fato da rádio que está vinculada a ele entrar direto, sendo que deveria ser uma opção. Toda vez tenho que teclar no "stop", quando na verdade era para quem quisesse ouvir o que se reproduz lá, que apertasse o play.

LUIZ CARLOS SALATIEL disse...

Zé do Vale, Darlan e Maurício. O Cariricult é realmente uma revista eletrônica e, portanto, diferentemente do Facebook e Twitter, a interatividade não é o forte dos blogges. O Twitter e o Facebook me parece aquele encontro rápido que não conseguimos fazer numa esquina ou praça. O Blogger, mais literário, lembra-me textos, contos ou poemas datilografados e xerocados que gostariamos de repassar pros amigos pra que lesses e guardassem e,quando oportuno,fissessem comentários a respeito. Tudo vale. Eu sinto falta dos que migraram e não retornaram. Alguns contruiram seus próprios blogs mas de vez em qando dão ar de sua graça. O André Setaro, por exemplo, utiliza muito bem o blogger para fazer o link com o seu quando posta uma matéria que quer chamar mais atenção. O Blogger da Socorro Moreira estão lá, mas de quando em vez aparecem por aqui. Por que não postar lá e aqui também já que respeitamos a pluralidade, diversidade, etc. Este blogger não tem dono! Nalgum momento, alguns desrespeitos foram cometidos por egolatria, egocentrismo, radicalismo, etc, mas, me parece que já superamos essa fase!
Vida longa ao CaririCULT